quarta-feira, 17 de novembro de 2010

AMIGOS PARA UMA VIDA TODA

Eu ia escrever um texto triste hoje. Sem nomes compostos. Sem trocadilhos. Ia escrever sobre uma fase estranha. Esses pontos cruciais da vida que voce não tem como fugir do mal. Mas foi então, por acaso, e ao mesmo tempo que estou aqui trocando emails com amigos. E me dei conta que tudo pode não ser flores, mas que há no caminho pessoas que fazem tudo ser mais facil de enfrentar por seus apoios.
São velhos amigos de longa a data. De tantos anos que mal me lembro quando foi o nosso "primeiro ano".

Mas me lembro bem a primeira vez que vi a Ju Garcia, Menina, Roxinha... Estavamos na rodoviaria do Tiete pronta a comprar a passagem de nossa primeira viagem. Vi logo o sorriso facil. Vi de cara a simpatia e amizade de alma.

Assim como me lembro muito bem a primeira vez que vi o Chico... Na calçada da Cardeal Arco Verde, eu o olhei e não tive duvidas ao dizer: "Chico? Eu sou a Li!". A mesma Li que vou ser pro resto da vida dele. Os mesmos olhares verdadeiros que se cruzaram desde a primeira vez...

E nesse mesmo dia, muito em seguida vieram Lena, Karina, Igor, Mari, Cryz, Romulo... Veio até o Sebas, o nosso amigo argentino, mas este neste dia apenas por telefone. A Judy veio pouquinho antes deste dia... Justamente porque não poderia estar nesta festa (diga-se de passagem o meu aniversario) . Um pouco tempo depois se agregaram Ronaldo e Fabio.

São essas as pessoas que me trouxeram a vida de volta. Que literalmente pintaram o meu mundo de colorido. São dessas amizades que podem se mudar de país ou estado como já aconteceu com o Romulo. Que podem se casarem ou separarem, como foi o caso do Chico e do Sebas... Que podem se enlouquecerem com o tempo querendo fazer mil coisas como é com a Ka e a Mari... Que mesmo com qualquer rumo que tome a vida, eu vou os levar comigo.

Levo cada mensagem especial em datas importantes que recebo do Cryz. Levo cada conversa de msn que a Lena tem comigo off line, escondidinha mas sempre pronta para me dizer que não se esquece de mim. Levo cada jantar com a Karina. Cada garrafa bebida com o Fabio. Levo cada desabafo contado pela Judy. Cada peça estranha que vejo com a Mari. Cada sessão de filme que tenho com o Chico. Levo cada conversa longa com o Sebas sobre o amor. Levo a sempre tão divertida "troca de gentilezas" com o Ronaldo. Levo do Igor... Do Igor... Ai, posso pensar?

Pois então, ja é repetitivo e lugar comum dizer que amo cada um em sua particulariedade. Que amo cada detalhe da nossa história e que voces SÃO a minha história. As pessoas com quem eu velinha vou estar junto.

Por isso, se sou eu a mãe desta brincadeira toda, eu to mandando que voces jamais esqueçam uns aos outros, porque amizades que resistem a tudo não são todas as pessoas que encontram, só os abençoados Obrigada por isso por me tornarem alguém abençoada!

3 comentários:

Juliana Aidar disse...

Sinto falta....saudades

(to carente mesmo)

Mariana Hart disse...

Que lindo! Verdadeiro, profundo! Srnti daqui tanto amor! =)

Juliana Aidar disse...

AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO