quarta-feira, 22 de setembro de 2010

COM QUE ROUPA EU VOU?

Beth Olga estava empolgada com a noite especial, não era sempre que o Ciro Tadeu aceitava sair para fazer um programa diferente, um jantar romântico, uma esticada na balada...

Olhava para seu guarda roupa e tinha a certeza absoluta que lá não teria nada que servisse para ocasião. Podia jurar que nenhuma das suas (muitas!) blusas ficariam boas com a saia que ela estava pensando usar.

- Banca ta pronta!!?? - "Banca" era de branquela na língua dos bestas apaixonados - Vamos logo! - gritou ele da sala em direção ao quarto

- Como assim Pleto? - "Pleto" era o jeito carinhoso besta apaixonada dela, por sua vez, chamá-lo. E nada tinha a ver com o tom de pele dele, uma vez que o mesmo era loiro. - Ainda to de toalha, nem comecei me arrumar. Pleto, não sei, não tenho roupa!

- Ah não começa Banca! Não começa! Você não tem roupa como eu não tenho vontade de ficar em casa.

- Não começa você Pleto, não começa! Nós vamos sair sim, está tudo combinado desde o ínicio da semana. Eu vou me arrumar rápido.

- Ah vai sim, vai se arrumar tão rápido que vai dar tempo de irmos de carona com o trenó do Papai Noel.

Ciro Tadeu começou a pensar enquanto ia à cozinha pegar uma cerveja, qual era o problema de simplesmente pegar qualquer blusa, qualquer saia e vestir! Até mesmo porque toda a finalidade desta noite era sexo! Ou seja, tirar a droga da roupa! Sim, porque para Ciro Tadeu sair para jantar, dançar, bla bla bla tinha um único e simples significado: Lingerie nova. Sim! Mulher adora colocar uma calcinha e um sutiã novo para ter uma noite especial!

- Pleti! - Sim, agora ela tinha dito "Pleti" era um derivado do diminutivo de "pleto" um jeito preguiçoso de falar "pletinho" - Se eu colocar a bolsa azul turquesa vai ficar feio com minha calça cenoura? - perguntou ela manhosa.

"WHATAFUCK é a cor turquesa?" Pensou ele, mas não ousou externar... Mas ela havia falado em azul, sendo assim fazia ele lembrar da camisa do Cruzeiro. Ele não gostava do Cruzeiro, por conseqüência não gostava de azul. E falou também em Cenoura, "putzqueparila" ele não ia sair nem ferrando com uma mulher do lado vestida com uma calça laranja.

- Calça laranja Banca? Coloca uma saia - "sai mais rápido ui ui ui sexo! sexo!" o pensamento dele fervilhava.

- Que laranja Ciro Tadeu? Quem falou em laranja? Cenoura é o modelo da calça, é uma calça com o fundo mais folgado e pernas justas.

- Cagado mesmo?

- Ai como você é grosso Ciro Tadeu! Esquece, vou de saia.

"Saiaaaa!" sinônimo de sexo no carro será? Uma rapidinha antes da balada, coisa e tal, tal e coisa. E por falar em comer, Ciro Tadeu já estava faminto. Considerou se mais uma vez gritava para apressá-la ou se buscava algo na cozinha para beliscar e não morrer até a hora que conseguissem chegar ao restaurante. Achou prudente ir a cozinha beliscar algo.
Depois disso Ciro Tadeu ainda teve tempo de ver os melhores momentos da rodada do campeonato brasileiro no canal de esporte. Teve tempo também de ver o último bloco da novela. Tinha lido que a Diana ia contar o segredo de Gerson, queria mesmo ver isto. E por fim, cochilou. Após exata uma hora e doze minutos surge ela a sala. Com uma roupa que seguia o padrão dela. Com a maquiagem costumeira. Sua bolsa favorita e aquele maldito sapato que ela sabia que machucava o pé dela para dançar, mas que ela insistia em colocá-lo para sair, pois, era fashion.

- E aí ta bom? Gostou? Acha que vou passar frio? - perguntou ela dando a entender que qualquer titubeada dele na resposta ela voltaria para trás e começaria do zero.

- Nossa, meu amor, valeu a pena esperar você está muito linda! - ela já sabia de cór o que responder.

- Ai que bom, então vamos! - Beth Olga o puxou pela mão toda sorridente.

- Só uma coisa, Banca. Já vou avisar. Eu vou broxar.

- O QUE??

- Claro Banca, já vou avisando, vou broxar mais tarde... Olha que horas estamos saindo, vou beber, vou comer bastante porque to com muita fome de tanto te esperar, você também vai inventar de dançar. Trabalhei hoje Banca, to cansado. E ainda quer que a gente chegue em casa e transe? Não dá não Banca, vou broxar. Vai, vamos logo embora antes que fique mais tarde e a gente só consiga comer em uma loja de conveniência de um posto.


18 comentários:

Doutor do Lar disse...

hahahahahahahaha
Pior que é assim mesmo fora a parte de brochar.

Bello disse...

Entao siga o exemplo e vai ser feliz sem se preocupar com besteirinhas com amor,paixao,carinho e cumplicidade...vai transar em paz mulheradaaaaa....

Felipe disse...

pois é, ele poderia ficar assistindo, enquanto ela se trocava, alguns filminhos, assim ele se animava para depois do jantar....
Ou melhor, agarrava ela lá mesmo e parava com essa história de comer fora para depois comer em casa...hehehe

Raphael Mendonça disse...

Como diz arnaldo jabor em um de seus melhores textos: tudo o que o homem faz é com um único objetivo. Comemuié!

Li, vc se superou, chorei de rir aqui.

bjos

Felipe "Dero" Silva disse...

"WHATAFUCK é a cor turquesa?"

Eu ri alto. E nem sempre é assim mulheres. Não se iludam, ainda tem cara por ai que topa tudo isso sem pensar nos finalmentes. (Pelo menos até a metade da noite)

cянι̽ιѕ disse...

Raxeeei muuito. Primeiro convencer, depois achar uma roupa. Mas foi triste ele broxar APSOAKSPAOSAKSASO'

bre disse...

eu conheço esse banca e pleto ai!
euheuheuehueheueh....

Juliana Aidar disse...

Pra variar ri muito! Imagina como é na TPM então ? haha

Mariana disse...

Como achar algum cara que não pense só nisso e queira apenas desfrutar da nossa cia por prazer?? rs
Foi ótimo o texto Li!!

Manuela Penzlien Medeiros disse...

Oi Li! Obrigada por visitar o meu blog. Fiquei curiosa e vim até o seu dar uma "bizoiadinha". Achei super bacana. Vou te adicionar!
Seja sempre bem-vinda ao meu cantinho de livros, viu?
Beijo.

Rosano Junior disse...

O que Ciro Tadeu tem que entender é que esse é um momento ímpar das mulheres. Não há macumba, reza braba ou santo que dê jeito. É aguardar as formosas damas se sentirem bem consigo mesmas, diante do espelho, enquanto tomamos umas cervejas e vemos os gols na Tv. E, se aqui cabe a dica, ele ainda pode ir ao lugar onde ela confere a roupa, de modo que ela o veja refletido no espelho, e admirá-la no extremo da paudurescência. Serve para dizer a ela, em atos, 'te amo, porra!' e para evitar a broxada anunciada. O que deve ser duplamente broxante, acaba até com expectiva.
Ainda não vasculhei 'nossa cabana' por completo, mas esse cantinho aqui pareceu bem bacana.
Beijo.

Bruninha disse...

Aaah, então quer dizer q hoje vc espera essa dor passar...

O que quero te dizer neste momento que por mais que vc pense que nunca vai passar, ELA PASSA, há exatamente um ano qndo eu passava por esse momento, eu não acreditava também, parecia que a de todo mundo ia passar, menos a minha.

É uma dor tão grande, tão forte... É um aperto no peito, que nos sufoca, dói tanto que nos falta ar... Sei bem como é isso!
Eu sofri demais e jamaaaaaais imaginaria que passasse.

Pra te ajudar, peço para que leia meu blog de Junho do ano passado até hj e veja como eu superei. E vc tmb pode superar!

Se precisar, pode contar comigo.

Por que eu sei o q sente e passa nesse momento.

Força

Bjs

Mariana Hart disse...

Tô encantada com vc,com seu blog,com sua escrita e amando a leitura! Vc é uma figura, deliciosa de ler! Estou total sem tempo,mas vc me atrasou,não consegui sair!rs!

Vou estar por aqui sempre,pode ter certeza!Bjo grande!:))

LUFE disse...

Muito bom...rs
Gostei do seu estilo de escrita.
Vim retribuir sua visita e gostei de ter vindo...
Aparecerei mais

bjo

Palavras Vagabundas disse...

Vim retribuir a visita e amei o seu texto, parabéns! O N não anda com o P e o B, por que mamãe só anda de mão dada com papai e bebê.
abs carinhosos
Jussara

Guará Matos disse...

Grande figura o rapaz!
Acredito que diante da mulher espatacular, tremeu!
Mesmo já convivendo, sentiu a pressão.

Bjs.

Cantinho She disse...

Olá, olá, prazer!

Seja bem-vinda lá no meu Cantinho e volte sempre que sentir vontade!

Menina o seu post está simplesmente SENSACIONAL! Belo texto, parabéns, viu?!

Tem um toque de humor inteligente, adorei mesmo!

Beijo, beijo!
She

disse...

Olá, td bem? Assim, por curiosidade, como vc achou meu blog? (à primeira vista, parece q não temos amigos blogueiros em comum)...
Dei uma fuçadinha no seu blog e achei bem bacana, voltarei mais vezes.
Qto ao hidratante lá, pode acreditar, uma droga! Dei pra minha mãe usar se ela quiser, haha.
Um abraço